Central de vendas (11) 3977-4545

Seguro Residência

O Seguro Residencial cobre riscos contra queda de raio, fogo e explosão. Existe ainda a opção de contratar a apólice compreensiva também chamada de multirrisco, que inclui coberturas especiais contra impacto de veículos, queda de aeronaves, desmoronamento, furacão, ciclone, vendaval, danos elétricos, chuva de granizo entre outros, num farto cardápio de opções para o consumidor.

 

O que é o Seguro Residencial?

Seguro Residêncial

Seguro Residencial

 

É um produto com cobertura multirrisco, isto quer dizer, oferece uma série de seguros conjugados ou agrupados numa única apólice. Este tipo de seguro é destinado a residências individuais, como apartamentos ou casas utilizados como moradia de veraneio ou habitual. Todo seguro residencial possui uma cobertura básica (garantia), que cobre prejuízos causados por queda de raio, explosão e incêndio. A partir da garantia básica existem outras adicionais que também podem ser contratadas, visando a complentar o seguro, deixando-o mais completo para proteger o imóvel contra outros riscos. Dentre estas, temos: roubo, impacto de veículos, desmoronamento, impacto de veículos, queda de aeronaves, furacão, ciclone, chuva de granizo, danos elétricos, vendaval entre outros. Além dessas coberturas (garantias) adicionais, também há uma enorme variedade de serviços que podem ser concedidos ou contratados, dependendo da seguradora. Você pode adquirir também ressarcimento de prejuízos causados a outras pessoas involuntariamente, por alguem que mora, trabalha ou por você mesmo, isso inclui animais de estimação que podem provocar danos a terceiros, este tipo de cobertura faz parte do seguro de responsabilidade civil e pode ser contratada na apólice multirriscos. A propriedade segurada está sujeita a diversos riscos e para cada um existe uma cobertura específica, como pagamento do aluguel, para o inquilino ou para o proprietário, no caso de incêndio.

As opções oferecidas pelas seguradoras são muitas, entre elas a associação do seguro residencial ao de vida e ao de acidentes pessoais, são inúmeras variedades. Este último se destina à prevenção de acidentes domésticos sofridos por quem estiver na sua casa. Embora seja um seguro barato, o preço deixou de ser o único fator de competição entre as empresas. Para cativar o cliente, as seguradoras se esmeram na oferta para a contratação de serviços complementares, e com eficiência, como limpeza de caixa d’água, faxineira, bombeiro, conserto de telhado entre outros.

Você encontrará também atrativos gratuitos, como a participação em sorteios mensais de prêmios de R$5000,00 a R$100,000, sob a forma de títulos de capitalização ou compra de um imóvel. Cada seguradora oferece planos com diferenciais, que vão da variedade de coberturas até a exclusão de riscos, como seguro para casa de madeira. Lembrando que o seu seguro condomínio não cobre especificamente o seu apartamento ou

casa nem os bens que estão dentro de ambas, cada condômino que quiser proteger o seu patrimônio individual precisa fazer um seguro Residencial próprio.

 

O que está coberto pelo seguro residencial?

 

O Seguro residencial oferece cobertura para maioria das catástrofes, mas existem algumas exceções. Nesse caso, os danos mais significativos que precisam ter coberturas adicionais contratadas referem-se a terremotos, maremotos e inundações. Também não existe garantia de indenização para custos decorrentes de má conservação do imóvel.

 

Quais são os tipos de apólice que existem no Seguro Residencial?

 

O seguro residencial é facultativo, ao contrário do seguro do condomínio, que é compulsório. No entanto, se você comprar um imóvel financiado, o banco irá exigir a contratação de um seguro residencial para conceder o empréstimo. No Brasil, existem dois tipos de seguro residencial vinculados

Seguro Residêncial

Seguro Residêncial

aos empréstimos hipotecários: O que cobre morte e invalidez permanente (MIP) e o que cobre danos físicos aos imóveis (DIF). Nos contratos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), esse seguros são obrigatórios por lei, mas atenção, mesmo com os seguros vinculados aos empréstimos hipotecários e do SFH, a recomendação é contratar um seguro residencial sempre. Isso porque o seguro obrigatório atrelado ao financiamento oferece cobertura exclusiva a danos reais ao imóvel, ou seja, o conteúdo está desprotegido, da mesma forma que riscos contra eventuais ações na justiçã por responsabilidade civil de danos materiais ou corporais causados a outros por você, familiares, empregados ou pessoas que moram na sua residência. Para fazer uma contratação mais rápida do seguro residencial básico (apenas cobertura para queda de raio, explosão e incêndio), pode-se utilizar o bilhete de seguro, que dispensa a obrigatoriedade da proposta e substitui a apólice. Porém, as opçõe de coberturas e valores a serem seguradas são limitadas, podendo não suprir 100% a necessidade do segurado.

A evolução do setor foi nos anos 90, que reuniu em uma única apólice todos os riscos que podem atingir não apenas bens materiais como também pessoas, modernizando a forma de contratação seguro Residencial, deixando mais prático e fácil para os clientes e corretores.

O corretor de seguros pode ajudá-lo a personalizar o seu seguro do jeito que você deseja, se quiser solicite o contato de um corretor.

Com a apólice nova, você escolherá separadamente cada risco e indenização, e você receberá a indenização de garantia de acordo com o valor contratado. Por exemplo, se você contratou um seguro para queda de voltagem para eletrodomésticos e danificou a sua geladeira, você terá o reembolso com os gastos para arrumar a geladeira e em caso de roubo a indenização será para a reposição.

Lembrando que o valor das coberturas estão todas definidas na apólice e são equivalentes ao limite máximo de indenização de cada garantia, por exemplo se você tem um limite máximo de cobertura de R$500.000,00 e seu prejuízo foi 1 milhão, você terá a cobertura máxima de R$500.000,00.

Existem muitas opções de seguros residenciais no mercado que oferecem proteção à sua residência, você precisa conversar e com seu corretor para verificar qual é o seguro Residencial ideal para proteger o seu patrimônio.

O valor final que você pagará pelo seguro vária de acordo com o número de coberturas escolhidas e os respectivos valores que foram definidos, por isso é importante determinar claramente as suas prioridades, em termos de valores e garantias, para não rasgar dinheiro.

É importante lembrar que você pode contratar o seguro somente para o conteúdo (móveis, eletrodomésticos entre outros)da casa (no caso de aluguel) e os valores são definidos para o segurado e no caso do proprietário do imóvel, ele pode fazer o seguro somente para o imóvel e não para o conteúdo.

 

Quais são as principais coberturas do seguro residencial na apólice multirrisco?

 

Uma apólice que costuma ser padrão no seguro residencial é abranger quatro tipos de proteção ao patrimônio segurado:

– Reconstrução da moradia;

– Reposição e reparo de pertences pessoais;

– Despesas adicionais, no caso de ser necessário morar em outro lugar temporariamente em caso de incêndio ou outro motivo previsto no contrato;

– Responsabilidade civil familiar

 

Veja abaixo a explicação de cada uma dessas coberturas mais utilizadas no seguro residencial:

 

Reconstrução da Moradia – Cobertura da Apólice do Seguro Residencial

 

O seguro residencial paga o reparo ou construção da sua casa, em caso de danos feitos por incêndio, raio e explosão. O valor de cada garantia consta no contrato. Dependendo da seguradora, este limite é chamado de limite máximo de indenização (LMI) ou limite máximo de Garantia por Cobertura Contratada (LMGCC).

Quando você contrata a apólice calcule bem o valor da reconstrução da sua casa, para não gastar com coberturas desnecessárias.

Grande partes das apólices do seguro residencial cobrem a estrutura externa da sua casa, como piscina, garagem, construções anexas e sauna, desde que estejam ocupados pelos moradores da parte principal da residência.

Normalmente as seguradoras, estabelecem um percentual sobre o valor da indenização do imóvel principal para cada uma das partes externas da casa, se você quiser uma garantia maior, peça para seu corretor um novo cálculo, e é claro que um valor mais alto da indenização significa também um custo adicional do seguro.

Alete-se que o valor a ser definido como limite de indenização deverá corresponder ao valor de reconstrução da residência, o seguro não considera o terreno do imóvel.

 

Reposição de bens pessoais – Cobertura da apólice do Seguro Residencial

 

Esta cobertura serve para reposição de bens pessoais, como móveis, roupas, eletrônicos, esportivos e outros itens pessoais cobertos pelo seguro, no caso de serem destruídos por fogo e vendavais ou de terem sido roubados, além de outras causas previstas na apólice do seguro residencial.

Seguro Residencial - Eletrodomésticos

Seguro Residencial – Eletrodomésticos

O seguro cobre esses bens de acordo com o valo contratado. A indenização corresponde a um percentual sobre a quantia máxima da indenização para essa cobertura adicional de reposição de bens.

Para calcular o quanto valem seus pertences é fazer uma lista completo do que possui da casa antes de comprar o seguro e se por acaso você for contratar o seguro para roubo não esqueça que dificilmente todos pertences serão roubados, então considere apenas o que pode ser roubado.

Em caso de cobertura para roubo de bens, algumas seguradoras podem fazer uma vistoria na sua casa, para avaliar qual  risco irão garantir ou não e outras seguradoras só pedem a lista de itens inclusos.

Normalmente objetos como quadros, obras de arte, joias e raridades, não são aceitos pela seguradora no seguro residencial, nestes casos você pode fazer outro seguro específico para esse bens, fale com um corretor.

 

Responsabilidade civil familiar cobertura do seguro residencial

 

É uma garantia adicional que defende a família do segurado contra ações judiciais que podem ser movidas por pessoa que tenham sofrido lesões

causadas por você, familiares, empregados, pessoas que moram em sua residência e até causados por seus bichinhos destimação.

Rc Familiar do Seguro Residencial

Rc Familiar do Seguro Residencial

Esse seguro serve para ínumeras situações, se seu filho quebrar a janela do vizinho jogando bola, se seu amigo se machucar dentro da sua residência, se seu cachorro morder o vizinho entre outros.

Sempre fique atento, para lembrar que os valores de indenização são limitados ás quantias previstas na apólice.

Normalmente as seguradoras calculam o valor para indenização de responsabilidade civil em 10% da quantia máxima contratada para a indenização integral da sua casa, porém nada impede você de contratar um valor maior pagando um pouco mais por essa cobertura adicional.

 

Despesas adicionais com aluguel do Seguro Residencial

 

Se por acaso sua casa for destruída e você for impedido de ocupa-lá você terá indenização para reembolsar diárias de hotel, restaurante e outros custos de acordo com a cobertura.

No caso de você ser o inquilino, também pode contratar essa cobertura para cobrir o aluguel de outro imóvel, enquanto aguardar a reconstrução daquele que você morava.

Se você for o proprietário e aluga o seu imóvel, pode contratar esta cobertura para cobrir o aluguel no período de recuperação no caso de um incêndio.

Cada seguradora possui um plano diferente para o seguro residencial de cobertura com despesas adicionais a moradia, sendo comum um valor baixo para indenização, porém com as outras coberturas adicionais, você pode aumentar o valor da indenização.

 

Você paga franquia no seguro residencial?

 

Sim, a franquia é uma parte do prejuízo que o segurado terá que pagar, ela serve para algumas coberturas especiais como, danos elétricos, vendaval, furacão, acidentes domésticos, ciclone, tornado, granizo e outras.

A cobertura básica, cobre prejuízos causados por desmoronamente, explosões, queda de raio e incêndio costumam ser isentas de franquia.

Na apólice estará bem claro o valor determinado que você pagará pela sua franquia ou um percentual de valor de indenização.

Se por acaso o prejuízo for menor que o valor da franquia a seguradora não fará o pagamento da indenização, o conserto será feito por você.

 

Existem dois tipos de franquia no seguro residencial

 

A 1º é a Franquia Simples:

A sua participação no pagamento dos prejuízos é fixada em um valor pré determindado o que será integralmente de sua responsabilidade.

Quando a indenização dos danos ultrapassar o limite da franquia, a seguradora é que vai pagar o valor total, sem que você tenha que desembolsar algum dinheiro.

Supondo que você tenha contratado uma cobertura de R$ 1 mil para quebra de vidros, com uma franquia de R$ 300,00, vamos simular duas situações:

 

Exemplo 1

 

 

Você é quem vai pagar os R$ 150,00 para consertar o vidro quebrado

Importância Segurada (IS)= R$ 1.000,00

Franquia simples = R$   300,00

Prejuízo = R$   150,00

 

Exemplo 2

 

Você recebe a indenização de R$ 310,00 da seguradora

Importância Segurada (IS) = R$ 1.000,00

Franquia simples= R$ 300,00

Prejuízo = R$ 310,00

Geralmente, as seguradoras adotam a franquia simples quando o limite de indenização contratado é muito baixo.

 

O 2º tipo de franquia é a dedutível:

 

A sua participação é obrigatória em todos os prejuízos que você teve e que estão cobertos no seguro residencial.

A franquia dedutível é a mais usada no mercado. Aplicando essa modalidade de franquia às situações já descritas, temos:

 

Exemplo 1

 

Você é quem vai pagar os R$ 150,00 para consertar o vidro quebrado

Importância Segurada (IS) = R$ 1.000,00

Franquia dedutível = R$ 300,00

Prejuízo = R$ 150,00  

 

 Exemplo 2

 

Você recebe a indenização de R$ 10,00 da seguradora

Importância Segurada (IS) = R$ 1.000,00

Franquia dedutível = R$ 300,00

Prejuízo = R$ 310,00

A franquia dedutível é utilizada na maioria das coberturas especiais ou acessórias.


Como é calculado o valor do prêmio do seguro residencial?

Como calcular o seguro residencial

Como calcular o seguro residencial

 

O segurado que escolhe o LMI (Limite Máximo de Indenização), este é o valor que será o valor coberto pela seguradora em caso de sinistro.

Então é você que decide quanto vale a sua casa, a partir da definição do LMI, as demais coberturas são calculadas por um percentual sobre o valor escolhido.

Lembrando que de nada irá adiantar se você declarar que sua casa vale R$500 mil se na verdade ela vale R$100 mil, você só pagara um prêmio mais caro. A Seguradora paga a indenização para refazer a construção da sua casa de acordo com o preço do metro quadrado estimado para a região em que está localizada e também pelo laudo técnico que irá concluir o padrão e valor da construção. Lembrando que além de tudo isso a idade do imóvel também entra na conta, quanto mais antigo, menor será o valor indenizado.

Esse procedimento semelhante é aplicado também para eletrodomésticos, roupas, móveis e outros pertences, lembrando que o valor atual dos produtos iguais são descontados com o número de anos de utilização.

Os seguros são calculados pelo Valor em Risco, este é o valor total de reposição de bens materiais, e junto com esse valor tem o Valor Atual que é o valor dos bens de acordo com sua idade, estado de conservação e utilização.

Também entra na composição do cálculo o chamado Valor de Novo (VN), que é quanto custa um bem material em estado de novo, que ainda não foi usado e, portanto, não sofre depreciação.

Dessa forma, o custo do seguro residencial será determinado pela quantia declarada para reconstrução da sua casa, acrescido, se você desejar, das coberturas especiais ou acessórias e de prestação de serviços.

Vale lembrar que o prêmio para as coberturas especiais ou acessórias de eletrodomésticos, vidros, acidentes domésticos, roubo ou furto de bens, danos elétricos, etc. é calculado sobre os valores definidos para cada cobertura contratada. 

 

Solicite agora uma Cotação Online do seu Seguro Residencial ou Ligue para (11) 3977-4545.